Black-ish: a melhor família e comédia da televisão

Família Johnson e suas peripécias são o que movem Black-ish

Em Black-ish, Dre Johnson (Anthony Anderson) é um excelente publicitário, casado com uma médica, pai de quatro filhos e mora em um bairro de classe média alta em Los Angeles. Porém, como um homem afro-americano, ele passa a questionar a influência deste sucesso na identidade étnica e cultural de sua família.

Criada por Kenya Barris, Black-ish é um sitcom que acompanha o dia a dia de uma família negra bem-sucedida e tem como pauta principal em seus episódios questões sociais e culturais sobre ser negro nos Estados Unidos. Por mais que o programa aparenta ter um tom sério demais, a série sabe direcionar o seu tema para que seja autocrítico e leve ao mesmo tempo que educa sobre as discussões raciais que envolvam os personagens. A série já rendeu duas spin-offs: Grown-ish e Mixed-ish.

Anthony Anderson é o narrador de Black-ish

Dre Johnson é o narrador dos episódios e assistimos sob o seu ponto de vista as peripécias da família Johnson, sempre trazendo consigo reflexões e animações explicativas, literalmente desenhando para que o público entenda, sobre diversos tópicos da história dos negros nos Estados Unidos sob uma perspectiva autêntica e sincera do qual, muitos, ainda não possuem conhecimento pelo fato dos negros terem a sua narrativa negligenciada e sempre contada pelos brancos.  Por isso, o programa se torna tão importante por ter uma sensibilidade ao tocar em assuntos espinhosos, mas sem faltar com a crítica sobre como os negros foram e ainda são tratados no país americano. 

Elenco perfeito

Black-ish possui um elenco com timing cômico precioso e com uma dinâmica envolvente que faz com que os personagens se tornem, realmente, familiares que você deseja ter por perto. Rainbow (Tracee Ellis Ross) é uma das minhas favoritas por ser uma médica negra que adora reafirmar o seu título a todo instante, mãe e esposa que admite as suas falhas e uma mulher complexa em seu universo particular. Na terceira temporada, Bow narra um episódio inteiro, tendo o seu lugar de fala, sobre ser uma mulher birracial e sua eterna busca por uma identidade. Lindo demais.

 

Tracee Ellis Ross é a matriarca da família Johnson

Além dela, os filhos adolescentes Junior (Marcus Scribner) e Zoey (Yara Shahidi), os gêmeos Diane (Marsai Martin) e Jack (Miles Brown), o avô mal-humorado e mulherengo, Pops (Laurence Fishburne) e a avó religiosa Ruby (Jenifer Lewis) completam o elenco divertidíssimo e fora da curva da família Johnson. Já os brancos são retratados na base do deboche do que representam na realidade: pessoas que ainda cospem racismo diariamente e que se orgulham da sua completa falta de noção. 

Black-ish é uma das melhores séries de comédia da atualidade que sabe debater e divertir na mesma proporção, mostrando uma nova narrativa onde os negros estão, finalmente, contando as suas próprias histórias e se orgulhando desta nova trajetória. Esta é a família que eu gosto de assistir na telinha. A série estreia a sua sétima temporada em outubro, mas cinco delas estão disponíveis na Amazon Prime Vídeo. 

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s