A doce aventura feminista de Enola Holmes

Família Holmes interpretada por Henry Cavill, Millie Bobby Brown e Sam Claflin

Enola Holmes (Millie Bobby Brown) é uma adolescente, cujo irmão mais velho é o renomado detetive Sherlock Holmes (Henry Cavill). Quando sua mãe (Helena Boham Carter) desaparece, fugindo do confinamento da sociedade vitoriana e deixando dinheiro para trás para que a filha faça o mesmo, a menina inicia uma investigação para descobrir o paradeiro dela, ao mesmo tempo em que precisa ir contra os desejos de seu outro irmão, Mycroft (Sam Claflin), que quer mandá-la para um colégio interno só de meninas.

Enola Holmes é baseado no livro O Caso do Marquês Desaparecido, primeiro volume da série literária Os Mistérios de Enola Holmes, escrito por Nancy Springer. O filme dirigido por Harry Bradbeer é uma doce aventura feita para todos conhecerem a Enola, irmã do detetive mais famoso da ficção, Sherlock Holmes, e tirar o atraso que o cinema teve em colocar jovens mulheres em destaque nas histórias do gênero investigativo nas telinhas.

Ao contrário da formalidade das clássicas histórias de Sherlock, o roteiro escrito por Jack Thorne tem um tom descontraído que dialoga com o presente quando se trata dos empoderamento feminino e da luta contra as convenções opressoras que querem determinar o que uma mulher pode ou não ser em uma sociedade. O enredo se passa em plena época em que a Inglaterra estava em debate sobre a votação pelo direito ao voto feminino.

Em meio a sua investigação do desaparecimento da mãe, Enola se depara com o Lorde Tewkesbury (Louis Partridge). Ao longo da aventura, ela descobre que ambos têm algo muito em comum, apesar de suas pequenas diferenças. O desejo de serem ouvidos e respeitados, independente da idade, pelos mais velhos movem os jovens a fazerem algo a respeito de seus destinos, gerando um elo de cumplicidade e companheirismo entre a dupla.

A produção possui um elenco grandioso, mas é Millie Bobby Brown que domina a cena. O carisma e a espontaneidade da atriz transformam Enola em uma heroína inspiradora que representa uma nova geração de meninas em formação que terão uma nova visão de valores e poderão explorar seus potenciais livremente. Enola Holmes levanta um olhar feminista sobre as condições da mulher dentro da sociedade e apresenta uma relação muito legal entre mãe e filha, em que a primeira entende a hora que é preciso soltar a pupila para enfrentar o mundo lá fora e a segunda encontra a independência que a sua mãe tanto lhe ensinou e desejou.

 

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s