Finalmente satisfeita com o SAG Awards 2019

Elenco de Pantera Negra recebendo o principal prêmio da noite

É tão bom quando você vai dormir depois de ter assistido uma premiação que fugiu do comum e soube valorizar os demais talentos de Hollywood. Foi assim o meu sentimento com a 25° edição do Screen Actors Guild (SAG) nesse domingo que acertou no tom ao colocar a atriz Megan Mullally como anfitriã, teve um tempo ágil de cerimônia e onde quase fez jus aos premiados da noite. Digo quase pois a distribuição de estatuetas ainda continua viciada. Mas vamos falar de coisa boa.

Pantera Negra teve o reconhecimento que estava demorando a receber com o prêmio de Melhor Elenco de Filme. A produção da Marvel quebrou todas as expectativas e elevou o seu patamar histórico ao ser o primeiro filme de super-herói indicado aos principais prêmios do cinema (que não os técnicos) e também por exaltar a identidade e cultura negra, o que só comprova a necessidade da sua representatividade no meio artístico popular.

Pantera Negra não se isola apenas no protagonista e abre toda a história para os demais personagens. Inclusive ao seu antagonista, vivido brilhantemente por Michael B. Jordan, que tem uma das melhores cenas e frases do filme. Logo, nada mais justo do que premiar um longa que não só possui uma qualidade de dramaticidade riquíssima, como os responsáveis pela a sua execução.

Em seu discurso, o ator Chadwick Boseman disse exatamente o que o filme representa. “Todos nós aqui sabemos que não há lugar na indústria sendo jovem, talentoso e negro. Nós sabemos como é não ter um roteiro que nos aceite.  Como é estar abaixo, não acima. E fomos trabalhar todos os dias pensando nisso. E nós não fizemos por um bilhão de dólares e prêmios, mas porque tínhamos algo especial para dar ao mundo. Um filme onde éramos personagens completos. Criamos um mundo que exemplifica o mundo que queremos ver.”

Emily Blunt foi outra boa surpresa da noite ao levar o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por Um Lugar Silencioso, outro filme com proposta mais popular que teve seu êxito. Já os demais premiados repetiram-se como Mahershala Ali, Glenn Close e Rami Malek em suas respectivas categorias do cinema.

Responsável por trazer Freddie Mercury de volta ao nosso imaginário, Malek parece se consagrar ainda mais na temporada por este papel em Bohemian Rhapsody. Não duvidando do talento do ator, mas estas recorrentes premiações exemplificam o quanto uma caracterização e cinebiografias resultam em um caminho mais fácil para levar uma estatueta. Já Green Book – O Guia e A Esposa também são filmes típicos em que os atores indicados saem vencedores, então nenhuma surpresa visto que saíram premiados no último Globo de Ouro e no Critics’ Choice Awards.

Confira os premiados do SAG Awards: 

CINEMA

Melhor Elenco: Pantera Negra
Melhor Atriz: Glenn Close (A Esposa)
Melhor Ator: Rami Malek (Bohemian Rhapsody)
Melhor Atriz Coadjuvante: Emily Blunt (Um Lugar Silencioso)
Melhor Ator Coadjuvante: Mahershala Ali (Green Book – O Guia)
Melhor Elenco – Dublês em Ação: Pantera Negra

TELEVISÃO

Melhor Elenco Drama: This Is Us
Melhor Elenco Comédia: The Marvelous Mrs. Maisel
Melhor Atriz Drama: Sandra Oh (Killing Eve)
Melhor Ator Drama: Jason Bateman (Ozark)
Melhor Atriz Comédia: Rachel Brosnahan (The Marvelous Mrs. Maisel)
Melhor Ator Comédia: Tony Shalhoub (The Marvelous Mrs. Maisel)
Melhor Atriz Minissérie: Patricia Arquette (Escape at Dannemora)
Melhor Ator Minissérie: Darren Criss (The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story)
Melhor Elenco de Dublês – Comédia ou Drama: GLOW

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s