Semana dos favoritos da Lou: Batman de Nolan

Como dona e proprietária deste blog, eu decidi compartilhar filmes, músicas, artistas e o que mais me inspiram na vida durante esta semana através de posts já que meu aniversário se aproxima. Hoje começo trazendo a trilogia do diretor Christopher Nolan: Batman Begins (2005), The Dark Knight (2008) e The Dark Knight Rises (2012). É inegável a tamanha qualidade que os dois primeiros filmes, especialmente o segundo, possuem tanto em termos técnicos quanto no novo caminho que estas produções trouxeram para esta nova era de super-heróis nos cinemas. O Batman sempre foi o meu herói favorito. Desde criança, talvez por influência do meu pai, assim como ocorreu com a escolha do time de futebol, o personagem esteve presente na minha infância com desenhos e principalmente com os filmes que eram exibidos nas Sessões da Tarde ou na Tela de Sucesso. Os longas dirigidos por Tim Burton eram ótimos, uma pena que a cada lançamento depois disso tudo foi por água abaixo.

Por sorte tivemos a volta do morcego em grande estilo não só pelas mãos de Nolan, mas com Christian Bale assumindo a responsabilidade de salvar Gotham e a reputação de Batman nos cinemas. E nossa, que dupla! É verdade que a trilogia tem um pacote completo e pelo menos o diretor tentou se manter fiel ao estilo que adotou para as produções. Batman Begins traz a clássica forma de contar as origens de um super-herói, mas desta vez com muito mais pé no chão do que qualquer outra fantasia das revistas em quadrinhos. O filme tem um tom sério, foge do caricato e coloca um super-herói em uma realidade muito mais próxima a nossa do que qualquer outro poderia chegar. Claro, há elementos como explosões, lutas e vilões que nos deixam assustadoramente fascinados que definem o termo de filme de super-herói. O que só reforçado em The Dark Knight, o melhor da trilogia e de qualquer outra tentativa do gênero. Por sorte, eu assisti a saga inteira nos cinemas, e este segundo eu cheguei a conferir três vezes de tão apaixonada que eu fiquei na época. Não era um simples filme, era um obra-prima. Era não, ainda é!

The Dark Knight supera as expectativas com as complexas histórias que se desenvolvem, os personagens inesquecíveis e o tom ainda mais sombrio que o ambiente proporciona do início ao fim. É incrível como Nolan consegue passear pelo drama, aventura e o suspense em cada cena. E quando conhecemos Coringa (Heather Ledger) é um outro nível de interpretação que nem tão cedo iremos presenciar novamente nos cinemas. Nem é preciso me rasgar em elogios para expressar em como o personagem é único e que o talento do ator foi essencial na construção, em parceria, com o roteiro de Nolan. Este vilão em mãos erradas poderia estragar totalmente o filme.

E por último, The Dark Knight Rises tenta ser uma cópia muito frustrada do seu antecessor e por isso, fica devendo e muito na conclusão desta trilogia que poderia ser brilhante. O elenco era magnifico, que contou até com Marion Cotillard, mas a história quis misturar o passado com o presente para testar os princípios de todos e aí acabou cedendo ao melodrama para o encerramento da saga. Não vou negar que me pego assistindo The Dark Knight Rises na TV e torcendo tanto para Bane (Tom Hardy) quanto para Batman nos tempos de bobeira. Mas a verdade é que Nolan trouxe uma forma mais humana de retratar os super-heróis nos cinemas, sem precisar apelar aos clichês e apostando na realidade, que pode ser tão assustadora quanto um universo paralelo com monstros e super-poderes. Batman é este herói que carrega um pouco de nós dentro de si mostrando que existem possibilidades de fazer justiça em um mundo sem esperanças.

 

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s