Como Nossos Pais é coroado na 45ª edição do Festival de Cinema de Gramado

Os vencedores! Foto: Edison Vara / Pressphoto
Como Nossos Pais saiu como o grande vencedor da 45ª edição do Festival de Cinema de Gramado com seis Kikitos na premiação que ocorreu na noite deste sábado, em Gramado. O longa dirigido maravilhosamente pela Laís Bodanzky levou prêmios como, claro, de Melhor Direção, Melhor Filme, Melhor Montagem, Melhor Atriz Coadjuvante para Clarisse Abujamra, Melhor Ator para Paulo Vilhena e Melhor Atriz para Maria Ribeiro. Estes dois últimos troféus foram entregues de forma equivocada e muito errada, pois devido aos concorrentes da dupla, eles eram considerados os menos fortes a ganharem os seus prêmios. Maria Ribeiro tinha Magali Biff por Pela Janela e Camila Morgado em Vergel, com dois papéis superiormente mais fortes em comparação ao seu trabalho, e Paulo Vilhena foi a maior zebra e digo que ele nem deveria estar ali, queridinho.

Laís Bodanzky com Kikito de Melhor Direção. Foto: Edison Vara / Pressphoto
Mas enfim, voltando à premiação, a justiça foi feita com os longas As Duas Irenes, de Fabio Meira, e Bio, de Carlos Gerbase que levaram quatro e trêss Kikitos, respectivamente. O filme de Meira foi consagrado como Melhor Roteiro, Prêmio do Júri da da Crítica e Melhor Ator Coadjuvante para Marco Ricca, mostrando a grande riqueza que a produção tem e mereceu cada destaque da noite. Assim como Bio, que confesso que fiquei com coração na mão achando que este falso-documentário não seria valorizado como merece ser. E foi. O trabalho de Gerbase foi reconhecido pelo Melhor Desenho de Som e com as honrarias do Júri Popular e Prêmio Especial do Júri. Uma pena que filmes como Pela Janela e Vergel passaram despercebidos e foram embora sem nenhum Kikito. O que é uma vergonha devido ao belo trabalho das diretoras fizeram com histórias vividas por mulheres. Esta representatividade também merecia maior reconhecimento. Principalmente ao tamanho talento visto em cena pelas protagonistas que esbanjam talento em cena.

Já nos Curtas-Metragens brasileiros, a premiação foi mais justa e soube reconhecer um pouco de cada trabalho visto nessa semana no Festival. A Gis foi a grande vencedora com três Kikitos. O pequeno registro do diretor Thiago Carvalhaes recorda a história de Gisberta Salce, uma mulher transexual brasileira que foi brutalmente assassinada em 2006 em Portugal, local onde vivia. Ela se tornou um símbolo da luta pelos direitos transexuais e inspirou uma música composta por Maria Bethânia. O documentário é lindo e emocionante. Ainda bem que foi justamente premiada em honra a Gis. O Quebra-Cabeça de Sara também foi outro querido da premiação e teve a própria protagonista do filme, a amada Sara Neves, recebendo o Kikito. Mas o momento mais emocionante da noite foi com Nando Cunha, ganhando o seu primeiro Kikito como Melhor Ator pelo curta Telentrega, que não economizou nas lágrimas e demonstrando muita alegria com este prêmio. “Queria provar que nós atores negros, podemos fazer qualquer trabalho. Somos atores, somos artistas”, afirmou Nando em protesto por mais artistas negros no cinema.

Nando Cunha e Carlos Gerbase registram a comemoração. Foto: Edison Vara/ Pressphoto
Apesar de contrariada com alguns dos principais prêmios, não vou negar que adorei maratonar na sala de cinema assistindo filmes ainda inéditos no circuito do Brasil e acompanhar de perto cada momento de um festival de cinema. Ainda mais quando é pertinho de casa. Em 2018, estaremos novamente em Gramado para mais uma empolgante cobertura.

Confira a lista completa dos premiados da 45ª edição do Festival de Cinema de Gramado:

Longas-Metragens Brasileiros 
Melhor Filme: Como Nossos Pais, de Laís Bodanzky
Melhor Direção: Laís Bodanzky, por Como Nossos Pais
Melhor Atriz: Maria Ribeiro, por Como Nossos Pais
Melhor Ator: Paulo Vilhena, por Como Nossos Pais
Melhor Atriz Coadjuvante: Clarisse Abujamra, por Como Nossos Pais
Melhor Ator Coadjuvante: Marco Ricca, por As Duas Irenes
Melhor Roteiro: Fábio Meira, por As Duas Irenes
Melhor Fotografia: Fabrício Tadeu, por O Matador
Melhor Montagem: Rodrigo Menecucci, por Como Nossos Pais
Melhor Trilha Musical: Ed Côrtes, por O Matador
Melhor Direção de Arte: Fernanda Carlucci, por As Duas Irenes
Melhor Desenho de Som: Augusto Stern e Fernando Efron, por Bio
Melhor Filme – Júri Popular: Bio, de Carlos Gerbase
Melhor Filme – Júri da Crítica: As Duas Irenes, de Fabio Meira
Prêmio Especial do Júri: Carlos Gerbase, pela direção dos 39 atores e atrizes em Bio
Prêmio Especial do Júri – Troféu Cidade de Gramado: Paulo Betti e Eliane Giardini, pela contribuição à arte dramática no teatro, televisão e cinema brasileiros

Curtas-Metragens Brasileiros 
Melhor Filme: A Gis, de Thiago Carvalhaes
Melhor Direção: Calí dos Anjos, por Tailor
Melhor Atriz: Sofia Brandão, por O Espírito do Bosque
Melhor Ator: Nando Cunha, por Telentrega
Melhor Roteiro: Carolina Markowicz, por Postergados
Melhor Fotografia: Pedro Rocha, por Telentrega
Melhor Montagem: Beatriz Pomar, por A Gis
Melhor Trilha Musical: Dênio de Paula, por O Violeiro Fantasma
Melhor Direção de Arte: Wesley Rodrigues, por O Violeiro Fantasma
Melhor Desenho de Som: Fernando Henna e Daniel Turini, por Caminho dos Gigantes
Melhor Filme – Júri Popular: A Gis, de Thiago Carvalhaes
Melhor Filme – Júri da Crítica: O Quebra-Cabeça de Sara, de Allan Ribeiro
Prêmio Canada 150 de Jovens Cineastas: Calí dos Anjos (Tailor)
Prêmio Canal Brasil de Curtas: O Quebra-Cabeça de Sara, de Allan Ribeiro
Prêmio Especial do Júri: Cabelo Bom, de Swahili Vidal e Claudia Alves

Longas-Metragens Estrangeiros 
Melhor Filme: Sinfonia Para Ana, de Virna Molina e Ernesto Ardito
Melhor Direção: Federico Godfrid, por Pinamar
Melhor Atriz: Katerina D’Onofrio, por La Ultima Tarde
Melhor Ator: Juan Grandinetti e Agustín Pardella, por Pinamar
Melhor Roteiro: Joel Calero, por La Ultima Tarde
Melhor Fotografia: Fernando Molina, por Sinfonia Para Ana
Melhor Filme – Júri Popular: Mirando al Cielo, de Guzman García
Melhor Filme – Júri da Crítica: Pinamar, de Federico Godfrid
Prêmio Especial do Júri: Los Niños, de Maite Alberdi

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s