Nosso amado #EmmyAwards

1Nesse domingo aconteceu o 67º Emmy Awards, considerado o Oscar da televisão americana, em que premia os destaques nas séries que tanto gostamos de assistir, indicar e comentar. Houve nosso amado tapete vermelho com as atrizes de Hollywood e separamos o que mais gostamos. Seja pela criatividade, novidade e também porque ficou muito lindo na pessoa.

A grande vencedora, musa, deusa da noite, Viola Davis, está na categoria: vestida pra ganhar. Ela é a primeira negra a receber o prêmio de melhor atriz na premiação e estava radiante neste modelo da Carmen Marc Valvo.
A grande vencedora, musa, deusa da noite, Viola Davis, está na categoria: vestida pra ganhar. Ela é a primeira negra a receber o prêmio de melhor atriz na premiação e estava radiante neste modelo da Carmen Marc Valvo.

Continuar lendo “Nosso amado #EmmyAwards”

Que Horas Ela Volta?

210446.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx
A pernambucana Val se mudou para São Paulo a fim de dar melhores condições de vida para sua filha Jéssica. Com muito receio, ela deixou a menina no interior de Pernambuco para ser babá de Fabinho, morando integralmente na casa de seus patrões. Treze anos depois, Jéssica lhe telefona, pedindo ajuda para ir à São Paulo, no intuito de prestar vestibular. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, só que quando ela deixa de seguir certo protocolo, circulando livremente, como não deveria, a situação se complica. Fonte: AdoroCinema

Existem um milhão de motivos pelo qual eu amo o cinema. Um deles se resume em representar aquilo que está acontecendo a nossa volta e conseguir repassar isto para resto do mundo. Que horas ela volta? não é só o Brasil de hoje, mas é uma história atual tanto minha quanto de outra Jéssica e Val que existe por aí,  e dá tanto orgulho de ver que sim, o país está mudando, viu dona Bárbara? Digo isso porque também sou filha de alguém que fez de tudo pra me sustentar e me dar uma vida melhor. De quem teve que baixar a cabeça pra muito patrão e continuar servindo, limpando e cuidando dos outros pra eu não ter que passar pelo mesmo caminho.

Continuar lendo “Que Horas Ela Volta?”

Mommy

Canadá, 2015. Diane Després (Anne Dorval) é surpreendida com a notícia de que seu filho, Steve (Antoine-Olivier Pilon), foi expulso do reformatório onde vive por ter incendiado a cafeteria local e, com isso, provocado queimaduras de terceiro grau em um garoto. Os dois voltam a morar juntos, mas Diane enfrenta dificuldades devido à hiperatividade de Steve, que muitas vezes o torna agressivo. Os dois apenas conseguem encontrar um certo equilíbrio quando a vizinha Kyla (Suzanne Clément) entra na vida de ambos. Fonte: AdoroCinema
Canadá, 2015. Diane Després é surpreendida com a notícia de que seu filho, Steve, foi expulso do reformatório onde vive por ter incendiado a cafeteria local e, com isso, provocado queimaduras de terceiro grau em um garoto. Os dois voltam a morar juntos, mas Diane enfrenta dificuldades devido à hiperatividade de Steve, que muitas vezes o torna agressivo. Os dois apenas conseguem encontrar um certo equilíbrio quando a vizinha Kyla entra na vida de ambos. Fonte: AdoroCinema

Eu sou daquelas que se apaixona facilmente. Sou daquelas que se apaixona por uma imagem, sem precisar conhecer a história. E ao ver o pôster de Mommy pela primeira vez, fiquei encantada por este gesto que Steve (Antoine-Olivier Pilon) faz em sua mãe, Diane “Die” (Anne Dorval). O momento é de fragilidade para ela, que acaba de perder o emprego. O filho jura que tomará conta da mãe e que juntos serão um só que pegaram o futuro pelas bolas e foder com o passado pelo rabo.  Continuar lendo “Mommy”

O melhor do Festival de Cinema de Veneza

Nada melhor que um festival de cinema para desfilar os mais belos vestidos no tapete vermelho. Atualmente acontece o Festival de Cinema em Veneza com belas atrizes prestigiando os seus trabalhos, mas antes, aquela clássica paradinha para os cliques.

Promovendo A Bigger Splash na coletiva de imprensa, Dakota Johnson usou um longo de gola alta da Rodarte e no tapete vermelho foi de Marc Jacobs. O cabelo fez toda diferença no look dela, né?
Promovendo A Bigger Splash na coletiva de imprensa, Dakota Johnson usou um longo de gola alta da Rodarte e no tapete vermelho foi de Marc Jacobs. O cabelo fez toda diferença no look dela, né? 

Continuar lendo “O melhor do Festival de Cinema de Veneza”

Hoje o dia é de Honey Bee

cadillac-recordsHoje, quem faz aniversário é Beyoncé​ que completa 34 anos. A cantora já fez algumas participações no cinema e uma das minhas performances preferidas é de quando interpretou Etta James no filme Cadillac Records​. Se você tinha alguma dúvida de que Bey era talentosa, neste filme ela canta, chora, descabela, se droga, faz escândalo e nunca tive tanta certeza da sua dedicação e seriedade quando se trata de trabalho. Ela realmente se entrega e faz um papel lindo, e quando canta I’d Rather Go Blind, eu sempre choro.

Continuar lendo “Hoje o dia é de Honey Bee”

Magnífica 70

magnifica-jpg

“Eu jurei mentiras e sigo sozinho”, esta é a frase de Sangue Latino de Secos e Molhados que abre a série Magnífica 70. Eu sei que o seriado do momento é Narcos e todo o talento de Wagner Moura é compartilhado a todo momento nas suas linhas do tempo, mas sou do contra e este carinha vai ficar para o próximo final de semana. Nessa última quis me dedicar apenas a esta série de Claudio Torres e Carolina Jabor que é ambientada, contada e maravilhosamente muito bem mostrada nos anos 70 de São Paulo. Estamos em plena época da ditadura militar no Brasil e, este é o principal vilão da história e o fundamental para que existam tantas mentiras nesta teia.

Continuar lendo “Magnífica 70”